23 de setembro de 2009

Londres e Cia!


Minha primeira vista de Londres já estava anoitecendo, mas ainda pude notar os carros todos do lado "errado" da rua. Peguei um ônibus que me levaria até a estacao de metro Baker Street , de onde eu iria para a casa da menina que iria me hospedar.
Já era noite quando cheguei, fui bem recebida apesar da noticia de que deveria sair em um ou dois dias porque a dona da casa precisaria viajar urgentemente por causa de um problema de familia. Havia uma outra garota hospedada la ( e chegaria uma outra no dia seguinte) e teriamos todas que sair... Assim que apresentada à Steph, dos EUA, que havia chegado também naquele dia e também pega de surpresa pela noticia de ter que arrumar outro local para ficar; fomos juntas passear um pouco e comer alguma coisa.

Eu estava com fome, mas quase que não conseguimos encontrar algum lugar legal ( ou nao) para comer. Tudo estava fechando, mesmo no Soho, bairro onde estavamos, conhecido por ter a noite mais longa. Acabamos em um restaurante japones, aparentemente eram os unicos abertos até mais tarde. Em minha primeira noite no reino unido, ao inves de fish & chips , saboreei alguns sushis... hahaha
No dia seguinte minha viagem realmente comecou. Caminhamos até Picadilly Circus, arrumamos um mapa de Londres, com dicas de locais e museus e partimos para nosso destino : aproveitar Londres ao máximo. Eu estava também de olho nos musicais, havia decidido não voltar à Holanda sem ter visto um musical de verdade pela primeira vez! A vista sempre linda, muita gente, muuuuitos turistas tirando fotos e muitos carros também... andando pelo lado "errado" da rua... mesmo olhando para os dois lados antes de atravessar...
Mais no próximo post...

Algumas fotos :






[Continue reading...]

9 de setembro de 2009

Fogos de artificio

Estavam todos muito animados na cidade com a chegada do festival de fogos de artificio de Scheveningen. Eu já escutava sobre isso havia semanas e estava bem curiosa para presenciar o festival.

O primeiro dia de festival foi suspenso, a ventania não permitiu que se desse a festa. Mas o segundo dia, que era uma sexta-feira estrelada prosseguiu como o esperado. A Iris e o Frank haviam saído com os amigos e eu estava sozinha em casa com as criancas. O Morris já estava dormindo e as meninas também já estavam na cama. Logo que os fogos comecaram a estourar no céu, eu mal percebi e não me movi na cadeira para saber o que era, até que as meninas desceram até a sala onde eu estava e disseram que estavam com medo.

Naquela noite, a Luna havia passado mal e vomitado antes que eu a pusesse na cama. estava meio febril, mas com medo, desceu junto com a irmã ao meu encontro. Assim que elas apareceram, me dei conta pela primeira vez que o barulho vinha do festival de fogos de artificio. Tentei gesticular para as meninas explicando o que era aquilo, mas meu holandes fraco não me permitiu muita coisa.

Segurei na mão da Irisje e falei que me seguisse. Luna veio delicadamente atras de nós , segurando seu " duck" e colocando seu pijama. O dia estava bem frio, mas abri a porta para o terraco do terceiro andar da casa e deixei o vento entrar brevemente, tempo suficiente para que nós pudessemos nos ajeitar por lá. Cobri a Luna com minha toalha ( do rei leao) e ela se aproximou vagarosamente de nós. Os fogos brilhavam no céu, mas apenas conseguiamos ver aqueles que atingiam uma altitude legal, havia um predio a nossa frente.

Luna fixara seus olhos nos fogos, e segurava-se na porta do terraco. Iris pulava comigo e emitia sons maravilhados ocasionalmente, feliz de ver os fogos. Eu apontava, mostrava às duas e falava as cores que eu sabia e elas repetiam comigo ( ou me corrigiam também). Foi uma noite gostosa e assim que os fogos terminaram, elas foram para a cama, já estavam cansadas e agora tudo estava quieto novamente na vizinhanca.

No sabado que se seguiu, fui com os tres até a praia para vermos melhor os fogos. estavam mais animados, era uma pouco mais cedo que o dia anterior , mas mesmo assim já passava das 22hs. Luna segurava minha mão, mais firme que o pequeno Morris e Iris parecia querer sair voando em direcao aos fogos. Totalmente diferentes e mesmo assim, totalmente maravilhados com o espetaculo. Fogos em forma de coracao, de todas as cores, com internsidades diferentes de barulho! Lindo!!!

E eu, a grande crianca aqui, maravilhada também, sabendo que os fogos de artificio sempre enchem minha alma de esperanca... de que algo bom vai acontecer :D

Beijos a todos...

PS : Tenho recebido vários pedidos para que eu comente minha viagem a Inglaterra... eu já até havia decidido que não ia mais postar sobre isso, mas caso voces queiram posso voltar atras e contar um pouco da minha aventura à inglesa!!!
[Continue reading...]
Designed By Yasmin Mello | 365 dias