9 de setembro de 2009

Fogos de artificio

Share it Please
Estavam todos muito animados na cidade com a chegada do festival de fogos de artificio de Scheveningen. Eu já escutava sobre isso havia semanas e estava bem curiosa para presenciar o festival.

O primeiro dia de festival foi suspenso, a ventania não permitiu que se desse a festa. Mas o segundo dia, que era uma sexta-feira estrelada prosseguiu como o esperado. A Iris e o Frank haviam saído com os amigos e eu estava sozinha em casa com as criancas. O Morris já estava dormindo e as meninas também já estavam na cama. Logo que os fogos comecaram a estourar no céu, eu mal percebi e não me movi na cadeira para saber o que era, até que as meninas desceram até a sala onde eu estava e disseram que estavam com medo.

Naquela noite, a Luna havia passado mal e vomitado antes que eu a pusesse na cama. estava meio febril, mas com medo, desceu junto com a irmã ao meu encontro. Assim que elas apareceram, me dei conta pela primeira vez que o barulho vinha do festival de fogos de artificio. Tentei gesticular para as meninas explicando o que era aquilo, mas meu holandes fraco não me permitiu muita coisa.

Segurei na mão da Irisje e falei que me seguisse. Luna veio delicadamente atras de nós , segurando seu " duck" e colocando seu pijama. O dia estava bem frio, mas abri a porta para o terraco do terceiro andar da casa e deixei o vento entrar brevemente, tempo suficiente para que nós pudessemos nos ajeitar por lá. Cobri a Luna com minha toalha ( do rei leao) e ela se aproximou vagarosamente de nós. Os fogos brilhavam no céu, mas apenas conseguiamos ver aqueles que atingiam uma altitude legal, havia um predio a nossa frente.

Luna fixara seus olhos nos fogos, e segurava-se na porta do terraco. Iris pulava comigo e emitia sons maravilhados ocasionalmente, feliz de ver os fogos. Eu apontava, mostrava às duas e falava as cores que eu sabia e elas repetiam comigo ( ou me corrigiam também). Foi uma noite gostosa e assim que os fogos terminaram, elas foram para a cama, já estavam cansadas e agora tudo estava quieto novamente na vizinhanca.

No sabado que se seguiu, fui com os tres até a praia para vermos melhor os fogos. estavam mais animados, era uma pouco mais cedo que o dia anterior , mas mesmo assim já passava das 22hs. Luna segurava minha mão, mais firme que o pequeno Morris e Iris parecia querer sair voando em direcao aos fogos. Totalmente diferentes e mesmo assim, totalmente maravilhados com o espetaculo. Fogos em forma de coracao, de todas as cores, com internsidades diferentes de barulho! Lindo!!!

E eu, a grande crianca aqui, maravilhada também, sabendo que os fogos de artificio sempre enchem minha alma de esperanca... de que algo bom vai acontecer :D

Beijos a todos...

PS : Tenho recebido vários pedidos para que eu comente minha viagem a Inglaterra... eu já até havia decidido que não ia mais postar sobre isso, mas caso voces queiram posso voltar atras e contar um pouco da minha aventura à inglesa!!!

6 comentários:

  1. Conta conta conta.. da viagem na inglaterra...rs... Nós adoramos essas partes!!! :D

    Bjos estava com saudades dos seus posts... E eu adoro rei leão!!

    ResponderExcluir
  2. Opa, opa, q bom que atualizou!!!!!
    e ainn...eu tbm tenho essa "esperança" ao ver fogod de artifício..
    e conte sobre a viagem sim, qdo possível!!!
    Aiii...e sempre q leio um livro lembro d vc, da vez q falou q tava lendo o Vendedor de sonhor e talzzz... :)
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. claroooo que queremos, conta simmm.. uma aventura a maiss, e que aventura... se Deus quiser no fim do ano me realizo e vou mochilar por aí tb.. hehe

    beijoos

    ResponderExcluir
  4. Nadja, suas criancas falam ingles? Como funciona isso, pq imagino que deva ser bem dificil...

    Bjoss!

    ResponderExcluir
  5. como sempre seus textos são lindos... =D
    e eu quero saber sobre a Inglaterra sim, claro se vc quiser contar...

    bjoooo

    ResponderExcluir
  6. Troquei as voltas a um Golfinho feliz
    Afagei a cria de uma Baleia azul
    Confundi uma nuvem com ilha encantada
    Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

    Aprisionei o olhar de uma gaivota
    Enchi a alma com penas de imensa leveza
    Enchi o coração de doce maresia
    Adormeci nos braços da incerteza

    Vem viajar comigo no meu barco de papel


    Boa semana

    Doce beijo

    ResponderExcluir

Procurando uma esmeralda? Que tal aqui?

Designed By Yasmin Mello | 365 dias