12 de dezembro de 2009

Medo de Bicicleta

Share it Please
Sempre me pego pensando no quanto essas três criancas são um misto de mim, cada uma a seu modo, em uma caracteristica diferente.

A maioria de voces já deve conhecer minhas histórias e dramas para que eu tirasse carta de motorista e superasse o medo de dirigir.Ser confiante , neste caso, sempre foi meu maior problema. E no transito é preciso ter consciencia e confianca naquilo que se esta fazendo. Dirijo agora bem melhor, não é ainda meu passatempo favorito e não uso o carro da família... Aqui, dirijo apenas os carros de amigos, quando saio ou algo assim.E nem tenho mais feito isso com tanta frequencia, com o frio chegando , a cada semana um amigo diferente ( ou eu mesma) que tem gripe e fica de cama...

Aqui na Holanda, gosto de levar as criancas para andar de bicicleta. É uma das formas mais fáceis de se locomover dentro da cidade.Assim como na minha cidade natal, a superfície daqui é bastante plana, o que nos permite pedalar livremente pra qualquer lugar. Também em todos os lugares, todas as ruas e avenidas temos aqui ciclovias e sinais e leis especificas para bikes, o que torna tbm tudo mais fácil.

A rua daqui de casa é bastante longa e poucos carros a utilizam, então, quando precisamos comprar alguma coisa na mercearia, posso facilmente convidar as criancas para irem comigo de bicicleta. Eu vou andando, ajudando os dois mais novos... ou assim eram os planos. Já havia notado em outras vezes que a Menina do Meio sentia-se insegura ao subir em sua bicicleta sem rodinhas. A Menina mais Velha nos humilha e praticamente a qualquer um que andar ao seu lado, mesmo pequena consegue dominar facilmente bicletas gigantes, desce e sobe rampas, anda sem as maos...

Enquanto a Mais Velha corria na frente e o Pequeno ao nosso lado, eu segurava a bike da do Meio, enquanto ela pedalava devagar, acelerando aos poucos e eu correndo ao seu lado. Quando notei que ela já havia conseguido se estabilizar, soltei sua bike e continue correndo ao seu lado. Ela continuou perfeitamente até notar minha presenca totalmente ao seu lado e nao segurando a parte de tras de sua bicicleta. Desajeitada, parou a bike chorando e dizendo que nao consguia fazer mais nada! Ainda tentei conversar, sorrir, dizer que ela estava perfeita, o que nao era mentira, mas ela apenas saiu de sua bike, brava, jogando-a no chao e olhando para mim.

- Voce tem que me segurar!
- Mas voce estava indo tao bem sozinha, pedalando super bem!!!
- NO!

Sentei ao lado dela sem dizer nada, ali mesmo, na calcada. Nao consegui deixar de pensar em mim, e no meu medo de dirigir. A mesma expressao no olhar, o mesmo tremor e lágrimas. notei que estava lidando comigo mesma e que não sabia como " me " tratar. Olhei pra ela, ainda com os lábios torcidos e desapontada. Podíamos ver sua irmã retornando a nós de bicicleta e seu irmão indo para lá e para cá em sua bike sem pedais, tentava se equilibrar direcionando seu peso.
Descobri que não era confianca em mim que faltava nela, era confianca em si mesma. E não havia muito o que eu podia fazer, enquanto ela não quisesse tentar de novo.

Acabamos fazendo todo o percurso segurando a bike ao nosso lado, falando pouco... ver sua irmã ser tão boa a sua frente, pedalando livremente e feliz, nao a ajudou muito. Minhas kids são muito exigentes consigo mesmas, todas as tres. Dirigir só dependia de mim, as regras eu já sabia, como fazer eu já sabia, faltava a confianca que eu podia. Dependia de tudo, humor, vontade, decisão. Não é fácil, mas eu não pude desistir, ter medo.

Conitnua só dependendo de mim! E também, com ela, continua so dependendo dela, mas eu vou esta ao lado pra dizer pra ela que é normal cair e que ela pode sacodir a poeira e levantar ainda mais forte!

10 comentários:

  1. Todo mundo diz que esse tempo "longe de casa" nos faz amadurecer. Pra ser bem sincera ja vim com um grau "bom" de amadurecimento, mas sem duvidas, o q muda na vida da gente eh que a gente passa a se enchegar melhor, e se entender...e as criancas ajudam muito nisso mesmo!!

    Bjoss!

    ResponderExcluir
  2. 2x Todo mundo diz que esse tempo "longe de casa" nos faz amadurecer. Pra ser bem sincera ja vim com um grau "bom" de amadurecimento, mas sem duvidas, o q muda na vida da gente eh que a gente passa a se enchegar melhor, e se entender...e as criancas ajudam muito nisso mesmo!...brilhou..bjssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  3. nadja, gostaria de sabr como é a comunicação sua com as crianças. Vc fala e entende holandês?elas falam português?? Enfim, acho q deu p vc entender a minha dúvida.

    Bjo

    Valéria

    ResponderExcluir
  4. Parabéns por sua percepção de como as coisas são parecidas, os sentimentos são parecidos, tanto aqui qto aí. Medos são comuns em todos nós, em certas ocasiões. O que difere é o modo como lidamos com eles e os enfrentamos. E tudo na vida serve p/ nos fortalecer, nos amdurecer e lidar c/ esses medos de uma maneira + firme.
    Bjus, Mamãe

    ResponderExcluir
  5. Nadzy, continuo acompanhando suas aventuras por aqui. Como está sendo o fim de ano? Como vc está?

    Abraço,
    Rafa

    ResponderExcluir
  6. concordo com sua mãe.. hehe é tudo sobre medos, e a hora de enfrentá-los, só nós mesmos sabemos. um dia ela vai acordar querendo subir na bicicleta e achando um absurdo que vc tenha que segurá-la.. :)

    ResponderExcluir
  7. Oi querida,

    Mudei de endereço de blog. Agora tenho o meu próprio domínio.
    Após ter perdido meus dados no Geocities marido ajudou a...
    ah, vem ler a estória toda no novo cantinho...

    naldy.veldhuis.org

    BJS
    Dy

    ResponderExcluir
  8. Nossa Nadja, vc e seus textos lindos! Concordo com o que vc disse! Superacao e algo muito dificil e so depende de confianca em nos mesmos! Aqui nos States e impossivel ficar andando de bicicleta para os locais...e tudo tao longe... e em alguns locais e proibido a presenzca de ciclistas e pedestres entao... so carro mesmo... pelo menos aqui em NJ! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu tambem serei au pair holanda em breve e confesso que não dirijo e morro de medo, e até mesmo andar de bicicleta aprendi ha pouquissimo tempo heheh, por causa da Holanda mesmo ^^
    Sou uma negação com direções, big head mesmo.

    Adorei o texto, feliz de ter encontrado seu blog.
    Sempre faz bem ler anres de ir

    Beijão

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Procurando uma esmeralda? Que tal aqui?

Designed By Yasmin Mello | 365 dias