9 de janeiro de 2014

Nadz no Monsters

Share it Please

Há uns meses atrás eu fui ao meu primeiro festival de rock! SIM! Um festival de rock de verdade! O Monster of Rock, aqui em São Paulo. Foi o primeiro show de rock que eu fui. E foi o máximo. A gente já tinha conversado várias vezes sobre se devíamos ir ou não. Um grande festival não sai barato e nenhum de nós dois (eu e meu Guitarrista) tínhamos carteirinha de estudante. Então já tinhamos praticamente desistido de ir.


Alguns dias antes do show uma amiga do Felipe, que já havia comprado ingresso, nos avisou que não poderia mais ir ao festival e queria vender sua entrada. De estudante. Ok... ambos somos estudantes... mas sem ter como comprovar.

Liguei do celular para a FGV para solicitar o comprovante de matrícula (e a nova carteirinha da faculdade) e ficou combinado que na sexta-feira a noite (era quarta-feira) eu poderia retirar e pagar o comprovante.

Na sexta-feira saí correndo do trabalho direto para Santos. Minha mãe me buscou na rodoviária e corremos para a FGV, para pegar o atestado de matrícula. Corri na recepção enquanto minha mãe esperava no carro, afinal era para ser rapidinho. Mas obviamente, quando cheguei lá a pessoa que eu tinha falado ao telefone e que tinha anotado meus dados para dar entrada no pedido, mal lembrava de mim. Não havia dado entrada em nada e nem sequer sabia qual procedimento deveria tomar para entrar com o pedido do atestado.

Ingresso na mão!
Não saí de lá. Conversei, expliquei e para minha sorte uma outra moça que trabalhava na secretaria resolveu se intrometer (pedindo desculpas enquanto eu mais do que sorria para sua intromissão) e dizer que achava que tinha entendido o que eu queria... Ainda bem! Pois a secretária que me atendia no momento ía me empurrar para outra pessoa, pois não sabia exatamente o que eu queria. Eu paguei pelo pedido e elas me garantiram que no dia seguinte, sábado (o show era domingo!), o papel estaria pronto e assinado. Era só esperar que a pessoa responsável chegasse no horário no dia seguinte bem cedinho de manhã...

Quase pronta!
E no dia seguinte eu estava lá de novo... o pedido não tinha sido feito, e ninguém estava sabendo do assunto! Outra alma caridosa resolveu entrar com o pedido (depois de eu mostrar meu comprovante de pagamento) e aguardamos a chegada da responsável pela assinatura.

Pronto! Atestado de matrícula na mão, tínhamos menos de uma hora para correr à STB e fazer a carteirinha de estudante. Fomos eu e Felipe, ele quase surtando no carro. Mas lá deu tudo certo! Fomos super bem atendidos e saímos de lá com nossas  carteirinhas de estudante prontos para comprar meu convite. É, eu ainda não tinha convite. Viemos para São Paulo e compramos daqui. Aí só alegria!

Domingo de manhã eu já estava ansiosa e contando os minutos, achando que iria atrasar (!!!) e ía perder todos os shows ou que não iria aguentar ficar tanto tempo no mesmo local (sou meio hiperativa). Saímos de casa mais ou menos às 15h30, pegamos metrô e andamos muuuuuuuuuuuuuuuuuuito no sol para chegar até a Arena Anhembi.





DEsfilei na avenida... só que não no carnaval!


Grudada no telão para ver o Buckcherry
A primeira banda que paramos para ver no palco foi o Buckcherry. Eu conhecia pouca coisa deles, mas era uma banda que eu não queria perder de jeito nenhum e o show deles estava programado para começar às 17hs. Sabe aquela coisa de amor pela banda por causa de uma única música que você ouviu uma única vez? É , foi assim comigo e com Buckcherry. Eu sabia que não podia perder o show porque eles íam tocar a tal música... mas também como estava na maior expectativa, morria de medo de descobrir que todo resto sobre eles era uma droga! 



"Sorry" - Buckcherry

Link para o show completo no festivalBuckcherry Monsters of Rock 2013 Completo
Muito melhor que o clipe ali em cima, né? Sem comparação!!! Quanto mais eu vi e escutava, com o Felipe segurando a minha mão, mais eu curtia a banda. E principalmente, o momento. As pessoas cantavam junto, as vezes sem saber a letra (como eu), gente dançando e bebendo, gente de todos os tipos viradas para o palco. Só curtindo.


E aqui estão eles... hã? Onde?!




Quando começou o show do Ratt, nós nos afastamos para comer. Não era muito a nossa praia. E nossos amigos falaram que o vocalista estava chapado e que o show foi uma decepção O.o

Show do Ratt

Nós dois :)

Com nossa amiga Amanda

Primeira vez pra tudo!



E o show do Whitesnake! O Felipe não curte muito esta banda, mas vimos um pouco (enquanto comíamos de novo!) e eu curti bastante. Não conhecia as musicas, mas achei a banda incrível, animação contagiante! E reparem na camiseta que ele estava usando ;)
Time for Whitesnake!
Link para o Show do Whitesnake


A parte mais esperada da noite... pela maioria das presentes! AEROSMITH! O show foi incrível e contou com uma produção espetacular desde a abertura até o encerramento. Tirei milhões de fotos, mas Stevem Tyler pulava e girava tanto, mas tanto, que apenas umas poucas se aproximaram da decência.



Foto do telão

Para completar... não poderia faltar o show do Aero :)

Sei que demorei demaaaais para escrever sobre o festival... Mas não mais irei desaparecer ;) 
Beijinhos ^.^

Um comentário:

  1. Olá, Nadja ! Gostei muito do seu texto. Parabéns ! Você escreve mto bem; a gente começa a ler e não quer mais parar até terminar. Bjus, Mãe Isabel

    ResponderExcluir

Procurando uma esmeralda? Que tal aqui?

Designed By Yasmin Mello | 365 dias