3 de outubro de 2016

O Processo de seleção da Avianca

Share it Please

Olá novamente a todos!

Hoje vou falar de um assunto que pode interessar a vários de vocês e que para mim é também muito especial. Como foi meu processo de seleção na Avianca Brasil. E justamente por isso... quero frisar que o relato a seguir é a minha experiência com este processo. Todo processo seletivo, mesmo que seja para uma mesma empresa, é algo muito pessoal e cada um irá vivenciá-lo de forma diferente
Portanto o que quero compartilhar é o sentimento que eu vivenciei nesse momento. E nunca se esqueça, cada processo é único e os próprios selecionadores renovam seus métodos de avaliação continuamente.

Em maio mais ou menos fiquei sabendo que a Avianca Brasil havia aberto vagas para uma nova turma de comissários em São Paulo. A animação foi instantânea. Num ano em que todas as empresas pareciam mal das pernas e não haviam vagas no mercado, parecia irreal. Eu estava trabalhando dando aula de inglês e quando cheguei em casa, extremamente cansada, vi que era necessário preencher uma prova online de português e inglês. Deixei pra fazer no dia seguinte. Dia seguinte veio e o anúncio da vaga sumiu! Sim, a vaga tinha fechado e eu tinha perdido a oportunidade. Fiquei triste e super decpecionada comigo mesma. A vida é assim, a gente aprende e continua.

Pouco mais de um mês depois, havia uma nova vaga anunciada no site. Vagas para São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Não perdi tempo, me preparei e me candidatei. Fui selecionada. Lembro de quando recebi o e-mail, estava com uma amiga na rua e recebi uma mensagem de uma outra amiga que havia sido selecionada. Eu havia acabado de checar meu e-mail e não tinha nenhuma novidade... entrei novamente, as mãos tremendo e o celular no 3G. Sim, havia um novo e-mail lá pra mim.

Até consegui dormir bem na noite anterior à seleção (apesar de ter acordado algumas vezes) e o nervosismo que estava sentindo no dia anterior passou quando acordei. Eu era outra pessoa e estava pronta para dar o meu melhor. O dia transcorreu sem muitas surpresas, em alguns momentos respirei fundo para seguir em frente, em outros sorri confiante com cada etapa. Lembrod e ter saído de lá muito feliz. E a cada etapa vencida era uma alegria sem tamanho.

Foram quase 4 semanas de processos, testes e afins. Eu vivendo um misto de animação, alegria e também receio. Era algo que eu queria muito e tinha, sim, medo de não conseguir. Duas semanas no processo e recebo a ligação que mudou toda minha expectativa. Eu seria base Rio de Janeiro. Era isso. Não iria continuar em São Paulo. De início foi um choque, não sabia o que sentir e pensar. Como as vagas incluiam São Paulo, eu nem havia cogitado que poderia ser enviada para alguma das outras bases. Por que já havia conhecido aprovados do Brasil todo. Comecei a correr atrás de documentação e local para morar no Rio de Janeiro. Sem saber ainda o que fazer com meu quarto em São Paulo. Foi um pouco estressante, metade de mim não queria aceitar a mudança e a outra metade estava empolgadíssima com o que viria por aí. 

Por fim, tudo deu certo. E para minha sorte o treinamento foi todo realizado em São Paulo, o que me deu mais um tempo próxima da família e dos meus gatos. 

Hoje vejo que ser comissária é mesmo estar preparada pra tudo. Não ter raízes, mesmo que o coração tenha também suas bases. Foi encarar morar no Rio de Janeiro sem saber quando vou retornar e  abrir ainda mais a mente. Especialmente para surpresas, pois elas certamente virão. 

O que me deixava mais aflita dura te todo este percurso inicial, foi que eu estava fazendo um outro processo seletivo ( para atuar na minha área de formação universitária) que estava indo muito mais rápido. Eu quase não dormia aguardando resposta da Avianca, pensando que teria logo que responder à outra empresa. Também parecia um lugar legal para trabalhar, mas não era o que eu realmente queria. Eu queria voar. Tive medo de perder as duas oportunidades, mas pouco antes de ter a certeza de que havia realmente sido aprovada, respirei fundo e recusei a outra proposta. Iria arriscar no meu sonho. Não achava justo deixá-los aguardando enquanto o que eu realmente queria era outro caminho. Então resolvi arriscar e colocar um pouco de fé que eu iria ser aprovada na Avianca. 

Passei por tudo. E foi uma grande experiência. Dei o meu melhor, arrisquei e confiei em mim. Consegui! 


2 comentários:

  1. Parabens novamente por essa conquista! Sempre estarei ao seu lado te apoiando bjsss
    Felipe zeinum

    ResponderExcluir
  2. Nadja parabens! Que linda camingada a sua! Anda-se mesmo por fe! Voe bem alto menina! BEijos!

    ResponderExcluir

Procurando uma esmeralda? Que tal aqui?

Designed By Yasmin Mello | 365 dias