14 de fevereiro de 2012

Sushi com mosquito e sem hashi!

Share it Please
Você já foi a algum restaurante em que o ambiente era todo lindo mas o atendimento péssimo? E o valor mais barato acaba saindo extremamente caro na sua cabeça?

Pois é, essa é uma história daquelas... Outro dia e eu meu namorido Guitarrista decididmos ir a um restaurante japonês aqui na cidade. Nós dois SEMPRE vamos aos mesmos dois restaurantes, ou a Tika ou o Nagazaki. E gostamos de ambos. Fomos de moto enquanto garoava na Tika, estava fechado. E ficamos rodando sem saber exatamente onde ir. Próximo à minha antiga casa, onde morei toda minha infância, encontramos um restaurante chamado Momoe, de fachada muito bonita e anunciando promoções interessantes! Opaaa!!! É esse mesmo! Felipe não queria muito ir alegando que não conhecíamos direito o local, nem ninguém que já tivesse ido lá. Mas eu sou toda novidades,né?
--Puxa! Mas por isso mesmo que temos que ir. Quem sabe é um local super legal e a gente acaba gostando?!?

Logo que entramos umas moças saíam felizes tirando fotos de cada centímetro do local. Ponto pra mim! O restaurante deve ser gostoso! Entramos. Logo fomos atendidos, sentamos numa mesa ao canto e como quase não tinha ninguém imaginamos que logo seríamos atendidos. Escolhemos o que queríamos : yakissoba, gohan, temaki de atum e perguntamos à garçonete se eles faziam hossomaki de dois sabores e ela foi consultar o sushiman e voltou nos dizendo que era possível e prosseguimos a pedir as bebidas para acompanhar.

 Enquanto não chegavam as bebidas, começamos a reparar que os mosquitinhos embaixo da mesa estavam a mil!!! O ar condicionado não estava ligado devido ao número reduzido de clientes e os mosquitos estavam sedentos.

Meu suco veio, e também o temaki e os hossomakis. nada da coca cola. Comentei com a garçonete, que prontamente trouxe o refrigerante. A comida veio e nada de vir talher nenhum, nem hashi nem garfo e faca! Pedimos e o garçom pareceu confuso com o nosso pedido. Comemos a comida, fomos comidos pelos mosquitos e nada do gohan aparecer. Desistimos e resolvemos pagar, já eram quase meia noite e o dia seguinte era dia normal de trabalho. 

No caixa a conta não batia, o valor era absurdo. Nos foi cobrado o gohan( que não veio e eu avisei a moça) duas coca-colas (consumida só foi uma) e duas porções de hossomaki inteiras, sendo que haviamos perguntado se podia ser meio a meio. A dona pediu desculpas pela garçonete e chamou o marido para habilitar a edição da conta no sistema. Enquanto sua mulher nos pedia desculpas ele a corrigia:
-- Não é nossa culpa que ninguém faz o trabalho direito. 

E olhando para mim e para o Felipe:
--Nem de vocês. Vocês não tem culpa e eu também não tenho culpa. Mas nós não fazemos metade de hossomaki porque se fizermos perdemos a outra parte e ninguém poderia ter autorizado isso...

E blá blá blá... Tivemos a impressão de que ele falou isso umas quatro ou cinco vezes, garantindo que a culpa não era dele. Que tem restaurante que faz isso,mas eles não e que agora ele teria que arrumar alguma forma de resolver o problema, que não deveria existir e ai ai ai ai! Nem comentei que não vieram talheres ou que os mosquitos nos picaram até! Apenas comentei sobre a coca-cola e o gohan que nunca vieram. Mas senti que a garçonete iria escutar muito.

E na minha opinião particular... ele é tão responsável quanto ela por essa sucessão de erros. Ele é o administrador do restaurante, responsável por assegurar os clientes com bons funcionários. Instruir os funcionários a oferecer o melhor serviço possível.  Sua mulher se desculpava em nome do restaurante e ele não parava de nos explicar porque eles não tinham culpa nenhuma. Acabei achando que a culpa era toda minha! Sua mulher nos garantia que quando retornássemos ela mesma nos atenderia. Mas desde que pedimos a conta até conseguirmos ir embora já haviam se passado mais de 20 minutos, tudo escutando seu marido negar sua culpa pelos erros cometidos. 

O bom para nós dois, eu e meu Guitarrista, é que fomos lá meio brigados para conversar e acabamos unidos em uma causa única devido ao mau atendimento! Acabamos rindo juntos depois de onde eu nos meti  e parece que entre nós tudo ficou bem.

Mesmo assim...sinceramente, acho que não quero voltar... 

6 comentários:

  1. Tmb não quero voltar.. mais por um lado foi bom!!

    Ficamos melhor com tanta coisa ruim!!

    Bjss te amo!!!!

    Felipe

    ResponderExcluir
  2. Aaah complicado mesmo né? Mas o lugar era novo? Às vezes as pessoas acham que é simplesmente abrir um negócio e pluft, vão lucrar à vontade. Mas têm que pensar nos profissionais, no local, no preço, atendimento, etc... Ainda mais com comida japonesa que não é qualquer um que faz...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. A culpa é do dono que não sabe instruir mesmo. Tu não tem culpa, quando vamos em restaurantes é no mínimo o motivo para não nos estressarmos com a comida, com o preparo e o atendimento é essencial. Eu não tenho o costume de sair muito pra jantar/almoçar pois gosto muito de cozinhar e acabo fazendo sempre... mas tem dias que a preguiça bate e eu vou... espero no mínimo respeito e higiene... '-'
    beijos
    boa semana flor
    espero que não passe mais por experiências assim, é brochante uhasuhasua =x
    *ps: comentário foi enormeeeeee =x

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  4. Oi Nadja, obrigada pela visita lá no meu blog :-). Com certeza voltarei aqui mais vezes!!
    Realmente essa história de ficar se justificando pegou super mal. Pedir desculpas e corrigir já bastava!
    Me deu uma saudade de comida japonesa lendo este post... hummmmmmm... é uma das minhas culinárias favoritas. Pena que aqui onde eu moro é super caro!! Bjsss

    ResponderExcluir
  5. Que inconveniente. Acho que o cliente sempre tem razão (maioria dos casos), embrora ele tivesse achado injusto, vcs tinham uma série de reclamacões e ele como fornecedor tinha mais era que acatar e agradar pra garantir o retorno do cliente.
    Uma pena que a noite terminou assim...

    ResponderExcluir
  6. Nossa que chato isso né?! Realmente bem inconveniente, eu particularmente não gosto de ir em lugares novos, o que é péssimo. Sempre acabo indo onde realmente conheço.

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir

Procurando uma esmeralda? Que tal aqui?

Designed By Yasmin Mello | 365 dias